Biografia

Bailarina Principal da CNB

De nacionalidade francesa, Peggy Konik iniciou os seus estudos de dança no Centre De Danse de Normandie, com os seus pais, os Professores: Bernadette Ferrasse e Jean Pierre Ruffier. Em 1983 entrou para o Conservatório Nacional de Dança em Rouen.
Após sua graduação, Peggy trabalhou como freelancer de 1989 a 1992, em Bordeaux, Toulouse (teatro do Capitólio), onde dançou “O Lago dos Cisnes”, sob a direcção Jacques Fabre.
Em Limoges, (Teatro de Limoges) dançou “Quebra Nozes” e “Cinderella” (Coreografia de W. Skouratoff.)
Em Julho de 1992, entrou para a Opera de Toulon, sob direcção Jean Louis Ivanoff onde dançou papeis de Solista no repertório clássico.

Principais Professores com quem trabalhou: Yvette Chauvirée, Christiane Vaussard, Jacqueline Moreau Nanon Thibon, Cyrill Atanasoff, Pascal Vincent, Daniel Franck, Wladimir Skouratoff, Ideo Fukaguawa, Yannick Boquin, Irena Milovan, Jan Linkens, Sylviane Bayard, Sandor Nemethy, Christine Camillo e David Peden.

No Ano 1997 ingressou na Companhia Victo Ullate, em Espanha (Madrid).
Em 2000 foi promovida à Categoria de Solista Principal. Teve oportunidade de interpertar vários bailados do repertório clássico, como: “Tema e Variações” (G-Balanchine), “Paquita”, “D. Quixote” e “Giselle” (Myrtha).
Do repertório contemporâneo dançou: “Exodos” (V-Oribe) “Before Nigth Fall” (Nils Christie) “El buey sobre el tejado” (Micha van Hoecke) “In and Out” e “Concertante” (Hans Van Manen) “7 Daças Gregas”, “Pássaro de Fogo”, “Bhakti III” (Maurice Bejart).”Tierra Madre, Burka, Van Gogh” (Eduardo Lao) “First Touch” (P- Touzeau) “Vertiginious Thrill Of Exactitude” (W- Forsythe) “Seguirillas”, “El Amor Brujo”, “Arrayan”, “Jaleos Ven que te tiente” (Victor Ullate).

Peggy Konik faz parte do elenco da CNB (Companhia National de Bailado) desde Abril 2003, como Bailarina Principal.

Nesta companhia destaca-se a sua interpretação nos seguintes bailados:
“5 Tangos”, “Kammerballett”, “Adagio Hammerklavier” (Hans Van Manen) “A Dama das Camélias”, “Don Quixote”, “Quebra Nozes”, “5 Estações” (Mehmet Balkan) “Entre dos Aguas” (Robert North) “Adagietto” (Renato Zanela) “Without Words” (Nacho Duato) “Debaixo da Pele”, “Savaillana”, “Pedra Preciosa – D. Sebastão morreu.” (Rui Lopes Graça e André e. Teodósio). “Ever Near, Ever Far”, “Sonho de uma noite de Verão” (Heinz Spoerli), “Who Cares”, “Serenade” (Balanchine), “Les Sylphides” (Fokine), “Vertiginous Thrill of Exactitude” (William Forsythe), “Treze gestos de um corpo”, “Isolda”, “Noite da Ronda”, “Sagração da Primavera”, “Orfeu e Eurídice”; “Pedro e Inês” (Olga Roriz).

Em 2008 Vasco Wellenkamp criou “Lento para Quarteto de Cordas” para ela e para o seu partenaire Rui Alexandre.
Dançou também “Four Reasons” (Edward Clug), “Quebra Nozes” – Fada do Açúcar; (Armando Jorge), “Coppelia” (John Auld), “Giselle” (George Garcia), “Sagração da Primavera” (Cayetano Soto), “La Sylphide” (Bournonville) remontagem de Jan Linkens e Frank Andersen, “Uma coisa em forma de assim”, dueto de Vasco Wellenkamp, “Du don Du Soi” (Paulo Ribeiro), “Inside” (Marta Sobreira), “O Lago dos Cisnes” (Fernando Duarte),
“Cinderela” (Michael Corder) e “Minus 16” (Ohad Naharin).

Participou na Gala Internacional do Japão dançando “Cinderela” e “Dama das Camélias”, e em 2004 na Gala Internacional da CNB dançou o Pas de Deux do Cisne Negro.
No Festival de Bodrum, na Turquia, dançou “Fantasia” (Mehmet Balkan),”Kammerballet” (Hans van Manen) e “Without Words” (Nacho Duato).
Na Gala de Logroño, Espanha, realizada em 2005 dançou com Angel Corella.
Na Gala Internacional da CNB em 2007 e 2010 dançou “Lento para Quarteto de Cordas” (Vasco Wellenkamp). “Carnaval” (Vítor Hugo Pontes); “Quebra-nozes Quebra-nozes” (Fernando Duarte); “Romeu e Julieta” (Rui Horta), “A Bela Adormecida” (Carabosse) – Ted Bradsen, “Dido e Eneias” (São Castro e António Cabrita).

Em 2016 foi convidada pela direcção artística da CNB para leccionar à Companhia.

Participou como assistente/ensaiadora para o Bailado “iTMOi” de Akram Khan, e no Bailado “O Lago dos Cisnes” de Fernando Duarte.

Em 2017 foi júri convidada para o concurso Dançarte 2017, realizado em Faro.

Desde o ínicio da sua carreira como bailarina viajou por diversos países, tais como: França, Espanha, Alemanha – Gotemburgo, Itália, Áustria, Estados Unidos da América – Colorado, Nova York, Japão, Turquia e México.

Videos